Home / Notícias 2012 /

Cidades da região não estão na lista de turismo da Copa de 2014

A pouco menos de dois anos e meio para o início da Copa de 2014, Santos e Guarujá tomaram um banho de água fria na corrida por visibilidade turística, com a realização do maior evento do futebol mundial no País. O motivo: a divulgação, pelo Ministério do Turismo, da lista com 184 destinos sugeridos ao turista que viajará pelo País, para assistir aos jogos. Dessa lista não constam nem Santos,nem Guarujá. 

Apesar de não impossibilitar a inclusão das cidades no rol das subsedes da Copa, a listagem já movimenta secretários municipais, prefeitos e parlamentares, que buscam entenderos critérios utilizados para a seleção, na tentativa de que as duas cidades sejam incluídas no roteiro oficial. No Estado de São Paulo, o Ministério listou cinco cidades. 

No litoral, apenas Ilhabela faz parte do roteiro. A secretária de Turismo de Santos, Wânia Seixas, e o presidente do Santos e Região Convention &Visitors Bureau,Luiz Dias Guimarães, já articulam audiência com o ministro da pasta, Gastão Vieira, a fim de apresentar os esforços empreendidos pelo Poder Público e iniciativa privada na preparação da Cidade para o evento. 

"Acredito que Santos tem todas as chances de ser incluída na listagem. A cidade está em um bom momento econômico e tem sido destacada positivamente", afirma Wânia, considerando que esse é o resultado de um trabalho de longo prazo. "Não é apenas uma balão de ensaio. Estamos organizados, investindo em infraestrutura e qualificação", destacou a secretária. 

O presidente do Bureau também destacou o trabalho do Comitê Municipal em prol de Santos como subsede da Copa. De acordo com ele, a Cidade está bem organizada para garantir participação na Copa. Ele calculou que R$ 5 milhões sejam investidos nos próximos dois anos, pela iniciativa privada e Poder Público, visando à preparação de Santos.

"Estamos expandido a rede hoteleira, estimulando a qualificação profissional e inaugurando atrações, como Museu Pelé, previsto para ser entregue em um ano". Por tudo isso, Guimarães não entende a exclusão do roteiro do Ministério. 

Em ofício, ele solicita que a decisão seja reconsiderada, evidenciando as qualidades da Cidade. "Santos, distante 70 quilômetros de São Paulo, uma das sedes da Copa, como bem sabe vossa Excelência, possui o maior porto do Hemisfério Sul, com o melhor terminal marítimo de passageiros do País, estrutura hoteleira em expansão,além de quase7 quilômetros de praia com o maior jardim de orla urbana do Mundo, segundo atesta o Guinness Book. 

Sem falarmos do rico patrimônio histórico e da Vila Belmiro, estádio do glorioso Santos Futebol Clube, de fama mundial e que revelou Pelé, o Atleta do Século", ressalta,em nota. 

Guarujá

A secretária de Turismo de Guarujá, Maria Eunice Ribeiro Leão Grotzinger, também revelou surpresa com a definição do Ministério do Turismo. Ela garantiu que a prefeita Maria Antonieta articula audiência com Vieira, para apresentar as justificativas que credenciam a cidade no roteiro do Governo Federal. Entre elas, "as belezas naturais das praias, as trilhas na Mata Atlântica, além da proximidade com São Paulo, os investimentos nos serviços básicos e em segurança e a disponibilidade de 9 mil quartos da rede hoteleira". 

Resposta

Indagado sobre os critérios que levaram os técnicos a elaborar a lista e os motivos pelos quais nenhuma cidade da Baixada Santista foi relacionada,o Ministério do Turismo limitou-se a afirmar que "os critérios de seleção levaram em consideração a distância até a cidade-sede, os atrativos dos segmentos desole praia, ecoturismo, aventura, esporte, cultura, negócios, eventos e gastronomia, além da estrutura da cidade para receber o visitante". O órgão também evidenciou que os 184 roteiros divulgados fazem parte de uma lista preliminar, que ainda poderá ser ampliada, de acordo com avaliação dos técnicos do Governo Federal.

 


 

Manutenção e Atualização: KR Comunicação Integrada