Home / Notícias 2012 /

Gastos dos turistas estrangeiros no Brasil subiram 14,4% em 2011

Os gastos dos turistas estrangeiros que visitaram o Brasil ao longo do ano passado subiram 14,4% face a 2010, atingindo um total de 2.951 mil milhões de euros, montante que supera as estimativas do Instituto Brasileiro do Turismo – Embratur, que apontava para um valor de 2,7 mil milhões de euros. 
De acordo com o Banco Central do Brasil, o montante apurado ao longo de 2011 constitui um recorde e ultrapassa em 14,4% a soma de 2010, quando a entrada de divisas no Brasil se ficava pelos 2,57 mil milhões de euros. 
“As contratações de serviços turísticos, de hospedagem e de alimentação movimentam a nossa economia, geram renda em todas as regiões do país e ajudam a consolidar a nossa infra-estrutura turística”, ressaltou o presidente da Embratur, Flávio Dino, para quem estes valores são consequência natural do número recorde de entradas de turistas estrangeiros no país em 2011. 
Os resultados quanto ao número de turistas recebidos pelo Brasil em 2011 ainda não são conhecidos e devem ser oficialmente divulgados este mês, mas as estimativas da Embratur apontam para um total de 5,4 milhões de turistas estrangeiros, número que, a confirmar-se, representa um recorde e um crescimento superior à media mundial. 
Mesmo com o recorde na entrada de divisas, o deficit nas contas do segmento aumentou, chegando a 6.299 mil milhões de euros, decorrente do crescimento do número de viagens de brasileiros ao exterior, o que leva o presidente das Embratur a afirmar que o turismo tem que ser encarado com um sector prioritário para a economia do país. 
“Vamos continuar inovando nas acções de promoção dos destinos brasileiros, intensificando o apoio à comercialização de produtos turísticos e apoiando fortemente o debate sobre a competitividade do sector, conduzido pelo Ministério do Turismo”, afirma Dino. 
I.M.

 


 

Manutenção e Atualização: KR Comunicação Integrada