Home / Notícias 2013 /

Unasul fortalecerá turismo no continente

 

 

Quito (Equador) – Os ministros de Turismo da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) instalaram, na última sexta-feira, dia 22, uma instância de colaboração para o desenvolvimento do setor no continente, que em 2011 gerou, só com turistas internacionais, uma receita de US$ 22,9 bilhões, segundo barômetro da Organização Mundial do Turismo (OMT). A Conferência Sul-Americana de Turismo tem o objetivo de criar uma rede de cooperação regional para ampliar o turismo e aproveitar oportunidades que possam ser articuladas conjuntamente.
“A declaração dos ministros é um passo importante para a integração regional. Temos que aproveitar o potencial dos países sul-americanos, como forma de reforçar esse importante segmento econômico”, afirmou o ministro do Turismo brasileiro, Gastão Vieira, durante o encontr em Quito, no Equador. Segundo ele, há potenciais desde a qualificação de ensino e profissionais, com ferramentas de intercâmbio, ao aproveitamento de megaeventos – como aqueles que o Brasil sediará a partir deste ano.
Serão seis os eixos que serão tratados pela conferência de ministros. O primeiro deles tratará da oferta de demanda, para analisar e definir mercados demandados pelos turistas, que possam ser explorados conjuntamente. O segundo verificará a oferta de serviços da região e como poderão ser organizados para um melhor aproveitamento.
A reunião de ministro também aprovou pilares importantes como o da conectividade, no qual está a discussão sobre a cobertura de rotas aéreas, terrestres e marítimas, além de infraestrutura logística para atender a demanda do setor. Na governança e comunicação, estão previstas ações de integração e compartilhamento de informações e mecanismos para facilitar o trânsito de pessoas entre as fronteiras dos países da América do Sul.
PRÓXIMO ENCONTRO Essa agenda será trabalhada nos próximos meses entre os ministérios, principalmente por reuniões com o uso de comunicação à distância. Os encontros presenciais estão previstos uma vez ao ano. Durante o encontro, a Colômbia sugeriu que o próximo encontro seja em Cartagena, o que foi aceito por todos. As resoluções da conferência de ministros podem ser encaminhas para a reunião de estados-chefes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Manutenção e Atualização: KR Comunicação Integrada