Home / Notícias 2013 /

Culinária Campista: Pizzas no camping

 

Já pensou em comer deliciosas pizzas enquanto acampa? E já que a pizzaria não entrega lá no alto da montanha ou naquele camping no meio do nada, que tal preparar suas próprias pizzas? Com ingredientes fáceis e muito rápido você pode fazer um delicioso banquete como nunca imaginou!

 

 

O primeiro passo é improvisar seu “forno”. A massa fica bem macia. Porém, pro meu gosto acho que fica um pouco úmida. Então, depois do queijo estar derretido passo por uma frigideira antiaderente, por alguns minutinhos, só para secar a massa e ficar mais crocante.

A grelha improvisada é uma grade para ventilador, que fica na saída de ar da fonte de um computador (como mostra a foto abaixo), mas você pode improvisar com o que a sua imaginação mandar e com o que tiver em mãos. Até mesmo duas facas apoiadas na panela fazem às vezes de grelha para assar a massa e derreter o recheio. Coloque uns dois dedos de água na panela, espere ferver e está pronto para ser usado.
 Caso queira comprar uma grade dessa, encontrei nesse site por um preço legal e tem em dois tamanhos, veja o que se encaixa melhor na sua panela e mão na massa, ou na pizza!
Separe algumas massas de mini-pizza semi prontas, que são encontradas em vários supermercados e guarde num pote plástico, para que elas não amassem ou quebrem no transporte. Se bem guardadas duram vários dias na mochila.

Leve também uma caixinha (nada de latas hein!) de extrato de tomate. As marcas Arisco e Quero tem uma embalagem com apenas 140g que é bem pequena, cabe em qualquer cantinho da mochila, muito prática e dá pra cobrir muitas pizzas.
Espalhe o molho com uma colher e as pizzas estão prontas para receber o recheio de sua preferência. Não esqueça de colocar naquele potinho de “kinder-ovo” um punhado de orégano.
O queijo mussarela também se conserva bem alguns dias fora da refrigeração e se você for acampar num lugar mais frio, melhor ainda. Tire algumas lascas do queijo (não é necessário ralar nem fatiar direitinho), coloque na massa com o molho e polvilhe orégano. Leve para a grelha com água fervendo na panela e assim que o queijo derreter está pronta.
Ou você pode passá-la pela frigideira, se quiser uma massa mais sequinha e crocante, minha preferida! Eu uso uma omeleteira, que são dois lados iguais, antiaderentes, que se encaixam. Se cobrir o queijo irá abafar e derreter ainda mais! Regule o fogareiro com a chama bem baixinha, para não queimar a pizza e deixe por poucos minutos.

Uma ótima opção de recheio, que também é muito prática e saborosa é o tomate seco. Leve-o desidratado (aqui na minha cidade encontro no Mercado Municipal) e na hora de usar deixe-o de molho na água morna por alguns minutos, depois de hidratado jogue a água fora, escorra, despeje um pouco de azeite (que pode ser levado em sachê ou numa garrafa pet pequena) e deixe por mais alguns minutos.
Molho, mussarela, o tomate seco previamente hidratado e orégano e você terá uma pizza deliciosa, feita em poucos minutos.
A variedade de recheios é muito grande, solte a sua imaginação. Diversos tipos de queijos duros (que tem uma boa durabilidade), cogumelos, linguiça calabresa (como na primeira foto), muitos sabores de Polenguinho (cheddar, gorgonzola, requeijão, provolone, gruyère), azeitonas.

 

Para encerrar esse texto e dar água na boca uma pizza doce para a sobremesa. Essa foi feita com “nucita” (creme de chocolate com avelã, que vem em embalagem individual, perfeito para carregar na mochila) e um bombom Ouro-Branco esmigalhado.
Mas você também pode fazer com nutella, pedaços de chocolate + castanhas ou amêndoas quebradas, doce de leite cremoso (postamos um aqui), confeitos de chocolate (como granulado ou M&M), coco ralado, queijo com goiabada, etc.

 

 

 

 

 

Manutenção e Atualização: KR Comunicação Integrada