Home / Noticias 2003
 
2000 - 2001 - 2002 - 2003 - 2004 - 2005 - 2006 - 2007 - 2008 - 2009
 
 

Janeiro

Aiuruoca 4 x 4 Mega Trip

Se você possui um 4x4 e quer começar o ano visitando um lugar fantástico, participe da aventura em AIURUOCA/MG entre os dias 24 e 26/01/2003.

Situada a 340 km de São Paulo, Aiuruoca é uma cidade que encanta pela beleza e pelas opções para os esportes radicais.

Além do passeio off-road, a equipe Mega Trip estará montando atividades verticais nas cachoeiras da região.

Entre em contato para receber todas as informações. As vagas são limitadíssimas.

e-mail: viagens@megatrip.com.br
ou pelos telefones 15 231-0083 e 15 211-6167.

 


 

Fevereiro

Viajando de Motorhome

   Há um interesse crescente no uso, para viagens, de veículos de recreio - trailers e motorhomes. O motivo principal é poder levar seu padrão de conforto sem ficar limitado a reservas de hotéis e itinerários predeterminados.
   Pesquisa realizada pela Universidade de Michigan para a RVIA - Recreational Vehicles Association, em 1997, verificou que os usuários de veículos de recreio, nos Estados Unidos, consideram o conforto na viagem um dos itens mais importantes na decisão de compra. 92% de pais, proprietários de VRs, disseram que é o melhor meio de viajar com a família; 42% dos entrevistados afirmaram ser mais barato do que fazê-lo de carro, hospedando-se em hotéis e freqüentando restaurantes.
   Essa constatação é válida também para o Brasil, onde a hospedagem e os restaurantes nas estradas têm uma qualidade muito variada e nem sempre oferecem as melhores condições de higiene e conforto. Viajando em VRs você leva sua cama, seu banheiro, pode fazer refeições ligeiras, saudáveis e saborosas, o que proporciona custo de viagem bem menor.
Americanos, canadenses e europeus têm o hábito consagrado de viajar em trailers e motorhomes. Na alta estação é surpreendente a quantidade de veículos de recreio que trafegam pelas estradas.
   Nos Estados Unidos, em 1997, a frota era de 1,7 milhão de trailers e 3,4 milhões de motorhomes; em oito países da Europa, em 2000, circulavam 3,73 milhões de trailers e 900 mil motorhomes. No Brasil, estima-se que a frota seja de 10.000 trailers e 3.000 motorhomes.
   Essa modalidade de viagem, no Brasil, ainda está limitada por razões de ordem econômica e cultural. O mercado de veículos de recreio é pequeno em função da escala de produção, e acampar ainda não se constitui num hábito entre os brasileiros, mesmo os mais jovens. Outra limitação é o pequeno número de campings equipados para receber veículos de recreio, com disponibilidade suficiente de carga elétrica, facilidade de despejo de águas servidas e sanitários químicos. Apesar disso, cresce o número de caravanistas, que viajam quase o ano todo em seus motorhomes.
   Comprar um trailer ou motorhome é uma decisão da família. Tem várias vantagens sobre a propriedade de uma casa de campo ou apartamento em localidade turística: não há obrigação de viajar sempre para o mesmo destino, os roteiros são variados; evita a preocupação com manutenção e segurança do imóvel desocupado; tem o atrativo de conhecer outros costumes e paisagens, bem como fazer novas amizades. Viajar com veículos de recreio intensifica a convivência familiar pela ativa participação em atividades comuns. Contribui, ainda, para o enriquecimento cultural dos filhos, desenvolve sua capacidade de iniciativa, desperta interesse e atenção para a natureza e preservação do meio ambiente.
   "É difícil dirigir um motorhome ou rebocar trailer?" "Manobrar é complicado?" "As estradas são muito ruins?" "É seguro viajar de trailer ou motorhome?" "Onde parar para dormir durante a viagem?" "Dá para cozinhar em viagem ?" Estas são algumas perguntas freqüentes que refletem a insegurança dos que estão motivados a participar desse mundo atraente que o caravanismo oferece, mas que ainda não tomaram a decisão final de comprar um trailer ou motorhome.
   Viajar de motorhome "é um barato..." Não é apenas ter a sensação, mas viver a liberdade de mudar o seu destino de viagem a qualquer momento, de escolher onde parar, de selecionar a paisagem, de viajar sem formalidades, sem reservas prévias, de viver intensamente o companheirismo dos campings.
   Rebocar um trailer ou dirigir um motorhome são formas bem distintas de conduzir veículos, mas não têm nada de difícil ou complicado. É uma questão de se habituar com o tamanho, peso do veículo e tomar os cuidados necessários com a velocidade, distância de frenagem e ultrapassagens. Da mesma forma que se criam os condicionamentos necessários ao dirigir um automóvel, a prática de conduzir um veículo maior também desenvolve a devida percepção para fazê-lo com prudência e segurança. No caso do trailer, há um requisito adicional que é a manobra de ré, pois, nesse caso, o trailer se movimenta na direção contrária a que está girando o volante do carro.
   Quando comprei meu primeiro trailer, há 30 anos, nunca havia rebocado qualquer tipo de carreta. Fui buscá-lo na Turiscar, em Novo Hamburgo (RS). Fiz um curto treinamento de manobras no pátio da empresa, dei umas voltas pelas imediações e, me sentindo apto para o desafio, parti para Brasília rebocando meu trailer. Daí para a frente, tive dois outros trailers maiores e, hoje, viajo de motorhome rebocando um carro, sem qualquer dificuldade.
   O Código de Trânsito Brasileiro exige habilitação diferenciada para conduzir motorhomes e veículos que tracionam trailers, o que requer treinamento em auto-escola para obtenção da licença. Depois, "pé na estrada"!
   Quanto às estradas, encontramos as mais variadas condições: trechos bons e outros muito precários. Em função da extensa malha rodoviária, das grandes distâncias e da falta de recursos do governo para sua manutenção, será difícil fazer uma longa viagem apenas em estradas bem conservadas. Para prevenir, peça sempre orientação aos caminhoneiros; são bem informados e indicam roteiros alternativos confiáveis.
   Nunca viaje à noite. Mais seguro é parar antes de escurecer. Furar um pneu ou enguiçar no escuro é sempre problemático. Pare nos postos de combustíveis mais movimentados, onde estacionam os caminhões, o melhor lugar para passar a noite. Aproveite a oportunidade para um papo com os caminhoneiros. Você ficará agradavelmente surpreso com suas histórias e dicas de viagens. É uma conversa em que estamos sempre aprendendo, além da calorosa convivência.
   Para evitar a comida da estrada, muitas vezes de má qualidade, leve sua comidinha caseira durante a viagem. Não confie na afirmação muito difundida de que "onde comem os caminhoneiros a comida é sempre boa." Cozinhando antecipadamente alimentos mais simples, na hora da refeição, é só dar uma incrementada. Com atenção, você encontrará um local aprazível para estacionar com segurança e fazer seu almoço ou lanche.
   Dica adicional importante: evite dirigir mais de duas horas seguidas. Lembre-se: você está conduzindo um veículo pesado que requer atenção. Dê uma parada, estique as pernas, faça uns alongamentos e prossiga viagem descansado.
   Conscientize-se: há diferenças expressivas entre viajar de automóvel e de motorhome e, neste caso, não precisa correr para cumprir etapas. Em qualquer lugar você terá o mesmo padrão de hospedagem e qualidade de alimentação. Afinal, sua casa está com você.
   Escolha seu destino e, se não tiver camping, pare em um estacionamento urbano, em uma praia ou praça, o mais próximo possível de casas ou estabelecimentos comerciais, mas nunca fique isolado. É perigoso estacionar em lugares sem movimento.
   Companheiros inseparáveis nas viagens são um guia de turismo detalhado, com indicações das cidades e pontos de interesse turístico, e um mapa rodoviário atualizado. Mas cuidado com as informações sobre condições de estradas indicadas no mapa. Há diferenças entre a época em que foi realizado o levantamento para a confecção do mapa e a de sua viagem. O mais prudente, quando houver dúvida, é confirmar as informações com caminhoneiros ou nos postos da Polícia Rodoviária.
   Para viajar sem atropelos, planeje antecipadamente os roteiros com quilometragem, o que permite estimar o tempo das etapas e período da viagem. Não deve ser uma proposta rígida, pois a vantagem de viajar em motorhome é a flexibilidade, que permite mudanças de destinos e roteiros, a qualquer momento, ao sabor de novos interesses.
   No exterior, viajar de motorhome é uma atraente alternativa, mas requer planejamento mais cuidadoso e menos flexível, porque o período de viagem é sempre limitado, e o custo em moeda estrangeira. Prepare um roteiro detalhado contendo estradas, distâncias, principais atrações turísticas, cidades a serem visitadas e campings onde pretende ficar. Para isso, consulte os guias de viagem dos vários países e os mapas rodoviários, que podem ser encontrados nas principais livrarias das capitais brasileiras. Para informações complementares, busque sites específicos na internet.
   Para alugar motorhomes é necessário fazer reserva antecipada, indicando o período de locação, daí a importância do planejamento detalhado. Os preços variam de acordo com as estações do ano e são mais baratos na primavera e no outono. Evite o verão quando, além dos preços altos, os campings estão cheios e necessitam de reserva.
   Uma das principais vantagens deste tipo de viagem no exterior é não precisar, a cada cidade, desarrumar e arrumar malas; tudo está devidamente acondicionado no motorhome. Nos Estados Unidos e Canadá, as cidades têm amplos estacionamentos, as vias são largas, o que permite trafegar com o motorhome sem necessidade de alugar um carro ou usar transporte público. Na Europa a situação é diversa; as cidades têm ruas estreitas e existem restrições de estacionamento. Em compensação, o serviço de transporte público é eficiente e cobre cidades e arredores. O motorhome fica nos campings, que estão situados em áreas urbanas ou próximos das cidades, e se utiliza como transporte ônibus, metrô ou trem suburbano. Nas cidades o melhor é caminhar, forma agradável de se conhecer bem uma localidade.
   No Brasil, existem algumas locadoras de motorhomes, o que facilita a possibilidade de se fazer uma experiência com a família antes da decisão de compra. Em suas próximas férias, visite campings, bata um papo com campistas e caravanistas para conhecer suas opiniões e vivências. Converse, avalie, e não hesite em decidir por essa forma descontraída e atraente de viajar. Vai se arrepender de não ter começado há mais tempo.

FAZER CAMPING É UM ESTILO DE VIDA, e nunca é tarde para ser feliz.

LUIZ EDGAR TOSTES
Diretor da ABRACAMPING - Associação Brasileira de Campismo
luiztostes@uol.com.br


Março

Entrevista com a Família Goldschmidt

    O termo aventureiro comporta vários significados, alguns deles não muito lisonjeiros. Não é o caso da família Goldschmidt, a quem este adjetivo cai como uma luva. Neste caso a palavra aventureiro refere-se a quem ama a aventura, é ousado e audacioso. Entre novembro de 1999 a outubro de 2000, os Goldschmidt viajaram em um motorhome - batizado de Pégaso - 31 mil quilômetros gravando e documentando tudo que encontraram nos vários lugares que passaram pela América do Sul. Essa viagem foi documentada e descrita no livro GIRO PELA AMERICA, (Editora Arx, 296 páginas/ R$ 34,00) lançado recentemente.
     Peter Goldschmidt, de 40 anos, paulistano, produtor de vídeo e escritor, sua esposa Sandra, 39, professora e empresária, e os filhos Peter Erick (12 anos) e Ingrid (11) estão executando a segunda fase do projeto, percorrendo 500 dias na maior parte dos estados brasileiros e a vizinha Venezuela. Eles saíram dia 01 de Novembro de 2002 de São Paulo para percorrer 60 mil quilômetros e só devem voltar para casa em Março de 2004.

Veja uma entrevista com a Família

Carta enviada à Câmara dos Deputados Federais

Relato escrito por: SÉRGIO DE ABREU

    Pobre cidadão brasileiro que escolheu como "hobby" possuir um Trailer ou Motor Home para poder viajar em férias pelos pontos turísticos de nosso imenso Brasil.

  Nos idos de 1964 iniciou-se a produção em série de trailers turísticos no Brasil, com apenas uns 100 anos de atraso em relação aos Estados Unidos e Europa, onde até hoje esta industria continua em franco crescimento.
  No Brasil o mercado foi crescendo até 1977, quando houve a crise do petróleo, cujo preço da gasolina subiu assustadoramente, fazendo com que muitos trailistas proprietários de veículos de grande porte (Dodge Dart, Maverick 8 cc, Veraneiro, Galaxie) necessários para rebocar seus trailers se desfizessem dos mesmos, estacionando seu trailer em um camping próximo e com isto passou a usar o trailer como casa de campo ou casa de praia, não mais viajando com o equipamento.
  Mesmo aqueles que continuavam a viajar, reduzindo o tamanho do trailer, ou mesmo se sujeitando ao alto preço do combustível acabaram trombando com outra decisão do governo que era o fechamento dos postos de combustível nos fins de semana. Ele tinha gasolina para ir e não para voltar.
  Continuando esta trajetória alguns conseguiram adquirir um veículo a Diesel (Pick-Up cabine dupla) para poder viajar, enquanto outros ficavam fixos nos campings usando como casa de veraneiro.
  Mesmo com todas as dificuldades o mercado foi crescendo lentamente até 1989. Quando em 1990 a classe média que é a principal consumidora de trailers e praticante de campismo foi presenteada pelo confisco, pelo corte nos financiamentos, pela seqüência constante de pacotes anti-inflacionários (Plano Collor I, II, etc.) fazendo com que a industria de veículos de recreação fechassem suas portas. Exemplo: Karmann Ghia - Turiscar do Brasil - Ancar - Casacar - Turistrailer - Scheid - e outras de menor porte mas que não merecem tão triste destino.
  Com a crise no setor, o mercado nunca mais voltou a ser o mesmo, os fabricantes que ficaram tentam a todo custo sobreviver muitas vezes fabricando outros produtos que nada tem a ver com o campismo e turismo.
  E para completar a alegria de ser proprietário de um trailer no Brasil, ao planejarem o novo "Código Nacional de Trânsito" no artigo que regulamenta o transito de veículos articulados fizeram uma redação tão mal feita, com dupla interpretação, já constatadas por autoridades de transito, fazendo com que, para o trailista viajar com seu trailer tenha necessidade de possuir Carteira de Habilitação modelo "E", a mesma usadas por caminhoneiros com cavalo e carreta de até 40 toneladas.
  Como fica o cidadão que possui trailer desde 1970 (a mais de 30 anos) e por um erro ou mesmo por desconhecimento de quem redigiu o novo código fica proibido de viajar com seu trailer. Vou para os Estados Unidos ou Europa, alugo um trailer e viajo o país inteiro com a minha Carteira de Habilitação categoria "B", e no meu país sou proibido.
  Senhores Deputados, já faz mais de 2 anos que através da Abracamping estamos pleiteando a mudança da lei é até agora nada foi feito. Existe hoje no Brasil mais de 5.000 trailers estacionados sem poder rodar, diversas locadoras fecharam suas portas, empresas do ramo que tinham de 20 a 30 empregados está reduzida a 3 ou 4 funcionarios apenas.
  Todo este caos está acontecendo por um erro de redação. Espero que dentre todos os Senhores Deputados um pelo menos se interesse por esta causa, pois a situação está se tornando insuportável e com certeza nas próximas eleições aquele que se interessar será lembrado por mais de 30.000 eleitores.


Abril

Começam os preparativos para a Costelada

  Uma das festas mais tradicionais promovida pelo CCB (Camping Clube do Brasil) já começa a ser preparada. A VII Costelada acontecerá no camping Caldas Novas em Goiás no dia 12 de julho.

  Na programação, além do saboroso churrasco de costela, está programada missa campal, hasteamento de bandeiras, música ao vivo e o tradicional "carneiro no buraco", que será servido no almoço do dia 10.

GO-02 – CALDAS NOVAS
Rodovia Caldas – Ipameri, a 4 km da cidade
Maiores informações: www.campingclube.com.br

Jornal O Campista


Maio

IV SIAE

  Será realizado entre os dias 22 a 25 de maio o IV Salão Internacional Aero Espacial, em Ribeirão Preto-SP. Haverá área para camping e trailer.

  O evento contará com várias atrações: Simpósio, Bolsa de Aviões Usados, Visitas Monitoradas, Palestras, Workshop, Shows, Demonstrações Aéreas e Momento Cívico.

Informações: (16) 617 5545
www.siae.com.br
multstar@siae.com.br

Site SIAE


Junho

Grande Sucesso - 2º Encontro Nacional
Grupo Costa Oeste de Campismo

  A cidade de Santa Helena transformou-se em uma cidade muito movimentada no mês de Abril de 2003, mais precisamente na semana da páscoa, quando o Grupo Costa Oeste de Campismo programou o II Encontro Nacional de Campismo.

  O encontro teve a finalidade de reunir vários campistas de todo Brasil, os quais marcaram presença, representando seus respectivos grupos. Estiveram presentes: Grupo Rancho Móvel/RS, Roda Mundo/SC, Estradeiros/PR, Pé Vermelho/PR, Tô a toa/MS, Pé na Estrada/SP, Vagamundo/GO, Toca/ES e Asa Branca/RN, perfazendo um total de 134 Motor-Home, 05 Trailers e 08 Barracas, totalizando 147 equipamentos, com o total de participantes de 493 pessoas.

Confira fotos e maiores detalhes

www.trabucar.com.br


Julho

Reunião da ABRACAMPING
Campismo começa a se estruturar

      A Associação Brasileira de Campismo (ABRACAMPING) promoveu no dia 7 de julho, em Pirassununga, SP, na sede da Motortrailer, reunião para discutir a organização e estruturação do campismo no Brasil. Estiveram presentes proprietários de campings, fabricantes e revendedores de trailers e motorhomes, diretores de clubes de caravanismo e campistas de vários Estados.
     Na oportunidade foi apresentada a política de desenvolvimento do turismo brasileiro, que será implantada pelo Ministério do Turismo, através de ações regionais, e como o campismo deve ser inserido nesse contexto. Mas, para isso, é preciso a participação ativa dos agentes dos diversos segmentos campistas e a criação de entidades de classe estaduais representativas.
     Após ampla discussão e trabalhos em grupo, ficou decidido que serão criadas associações estaduais de campismo onde esse setor é mais ativo, e que as entidades deverão ser abrangentes, reunindo como associados os fabricantes e revendedores de equipamentos de camping e veículos de recreio, proprietários de campings e presidentes dos clubes de caravanismo. A ABRACAMPING será a entidade nacional representativa das associações estaduais em âmbito federal.
     Foi enfatizada a necessidade do campismo estar representado nos Fóruns Estaduais de Turismo que estão sendo criados.
     O encontro contou com a participação de representantes do SEBRAE/SP, que mostraram como a entidade poderá participar desse trabalho de organização e consolidação do campismo através de oficinas de capacitação, organização de seminários, estruturação associativa. O setor campista é constituído principalmente de micro e pequenas empresas.
     Os pontos salientados como prioritários para o desenvolvimento do setor foram: implantação de programas de qualidade e de marketing e organização de uma base de dados que retrate a dimensão do setor. Os fabricantes de trailers e motorhomes enfatizaram a necessidade de criação de normas de fabricação e segurança para veículos de recreio, como existe em outros países. Os proprietários de campings salientaram que é preciso estabelecer parâmetros de qualidade para diferenciar campings organizados de simples áreas de acampamento, que degradam o meio ambiente e prejudicam o conceito do campismo, e atender a demanda dos campistas de melhores condições de conforto e qualidade de instalações e serviços.
     São Paulo foi escolhido para iniciar esse trabalho de estruturação do setor através de parceria com o SEBRAE, por já contar com uma entidade consolidada reunindo proprietários de campings, a ABPC - Associação Brasileira de Proprietários de Pousadas e Campings.

Criada a Associação Paulista de Campismo

      Complementando os trabalhos do dia anterior, os associados da ABPC-Associação Brasileira de Pousadas e Campings, e revendedores de veículos de recreio, reuniram-se no dia 8 de julho, no Camping Casarão em Itu, SP, com o objetivo de discutir as propostas apresentadas na reunião da ABRACAMPING.
     Foi decidida a transformação da entidade em Associação Paulista de Campismo, reunindo os segmentos campistas do Estado. Enfatizou-se a necessidade de parceria com o SEBRAE/SP para a reorganização associativa nessa primeira fase. Posteriormente, na capacitação empresarial, definição de estratégias, programas de marketing e de qualidade.
     O modelo adotado em São Paulo será sugerido para adoção nos demais Estados.

LUIZ EDGAR TOSTES
Diretor da ABRACAMPING - Associação Brasileira de Campismo
luiztostes@uol.com.br


Campeonato Brasileiro de Cross Country

      A CASTELO TRAILER CAMPING & NÁUTICA e a ITU TRAILERS participaram neste último final de semana do Campeonato Brasileiro de Cross Country, realizado no Camping Casarão, localizado na cidade de Itu/SP. Confira algumas fotos do evento:

FOTOS: ALEXANDRE e MARCUS
Castelo Trailer e Itu Trailer
castelotrailer@terra.com.br
trailer@terra.com.br


Agosto

FESTA DO 4º ANIVERSÁRIO DO GRUPO PÉ NA ESTRADA

    O evento iniciou-se oficialmente no dia 04/07 na fábrica da Motor Trailer em Pirassununga-SP. Para acomodar a grande quantidade de Trailers e Motor Homes, foi criado um verdadeiro camping de apoio com água, energia e módulos nivelados.

    A Motor Trailer organizou uma feira de exposição dentro de suas instalações, com a participação de empresas do setor que montaram seus stands trazendo novidades e informações para os campistas, entre elas a Itu Trailers com acessórios e peças originais, a loja Planeta Camping com artigos de camping , Lifter Geradores, a Remave acessórios e a Resfriar, e também a anfitriã Motor Trailer aproveitou para apresentar novidades em seus Trailers e Motor Homes .

    Os veículos começaram a chegar quase uma semana antes do evento e puderam assim ajudar na preparação desta enorme festa.

     À noite os participantes foram convidados para uma grande festa junina na A.M.M.A, onde ônibus fretados levavam e traziam as pessoas.

     Pessoas de todo país prestigiaram o evento e puderam saborear a costela de chão e o enorme bolo de aniversário do grupo .


Como alterar a documentação do Motor-Home

      Olá amigos proprietários de Motor-Home!

   No último encontro de Pirassununga, o colega José Barazal Alvarez, esteve falando ao grupo reunido durante o almoço, sobre um assunto que interessa a todos: a alteração da documentação dos nossos motor homes.
   Ele conseguiu alterar o seu próprio e com base na sua experiência, está passando já "mastigado e digerido" o caminho das pedras para se conseguir fazer o mesmo.
    O objetivo deste é ter a documentação correta, evitando assim interpretações errôneas dos agentes ou Autoridades de Trânsito.
    Com o documento correto você evita a restrição para circulação e/ou estacionamento, pode diminuir o valor do seguro obrigatório, pagar pedágio como utilitário, em outros.

Clique aqui para conhecer este trabalho de pesquisa, realizado por José Barazal Alvarez.

Grupo Pé na Estrada
http://br.groups.yahoo.com/group/Pe_Na_Estrada/


Setembro

Encontro em Brusque - SC

      Confira abaixo a foto aérea do 3º Grande Encontro Campista, ocorrido nos dias 03 a 07 de Setembro, e organizada pelo Grupo Rodamundo. O evento contou com a participação de centenas de campistas.


4ª Motor-Home Romaria a Aparecida

       Realizado nos dias 20 a 21 de setembro, a 4ª Motor-Home Romaria a Aparecida reuniu 60 Motor-Homes, sendo que após a visita a Basílica em Aparecida do Norte, ocorreu uma confraternização dos motor-homeiros no parking camping Sítio do Guedinho:.

FOTOS: SERGIO DE ABREU
Castelo Trailer
castelotrailer@terra.com.br


Dezembro

Família Goldschmidt - Encontro com o Presidente

    "Segunda feira (01/12) tivemos a oportunidade de estar com nosso presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele nos recebeu em seu gabinete no Palácio do Planalto e conversamos sobre vários assuntos. Mostramos nosso trabalho de descobrir e divulgar novos roteiros turísticos e também sobre as duas campanhas sociais que abraçamos: A parceria com Furnas, ensinando as crianças a economizar energia elétrica e a campanha “Água + Cloro = Saúde” que fazemos em parceria com a Abiclor. Deixamos com ele o material da campanha, uma camiseta (boné tem dado muito problema), nosso livro e algumas revistas e livros sobre Jesus. Também tivemos a oportunidade de orar com ele e pedir a Deus que abençoe nosso governante e lhe de sabedoria para melhorar a vida de todos os brasileiros. Foi uma experiência muito emocionante conhecer o homem que define grande parte dos destinos deste país".
Familia Goldschmidt
Mais informações www.giropelaamerica.com.br